Dicas para comprar sapatos em outlets

0


      Muitos produtos são "peças piloto" ou seja, são peças que os fabricantes usam para testar a aceitação imediata do produto. Acaba sendo uma forma de avaliar o que o consumidor acha de determinado modelo e cor.

      Experimente sempre e por mais barato que o sapato esteja, não leve se estiver machucando no pé. Acredite, "ele laceia depois" é conversa mole de vendedor.

       Como os outlets concentram muitas marcas diferentes e aqui no Brasil, ainda não há uma padronagem de tamanho perfeita, não deixe de provar e andar com o produto na loja. Faça movimentos de esticar, dobrar, etc.

      Como tenho a pele do pé super delicada, nunca compro sapatos com a sola dura, daqueles modelos não flexíveis. Aliás, uma boa maneira de avaliar a qualidade de um sapato é vendo os detalhes de forro e sola. Prefira sempre os forrados internamente e os de solado em couro.

  Costuras aparentes,detalhes descolando são outros indicativos de baixa qualidade. Fuja desses exemplares. Sapato só de qualidade. E com esses defeitos, nem de graça.

     Boas marcas estrangeiras trabalham com um padrão excelente de qualidade. Etiqueta italiana, por exemplo, em geral é garantia de design e acabamento caprichados.

     Fique super atenta à numeração. Um 36 brasileiro é diferente de um 36 europeu.

     As lojas recebem mercadoria nova toda semana. Por isso, se estiver em uma viagem mais longa, vale a pena uma segunda visita aquele outlet preferido.

    Algumas lojas trabalham com peças com pequeninos defeitos. Só compre se o defeito for realmente minúsculo e não comprometer o conforto dos seus pés.

     Gosto dos outlets que tem um cuidado a mais com o cliente. No Território do Sapato ( tem um post aqui no blog sobre a loja), existem meias para vestir antes de provar o calçado. Protege seus pés e também o sapato de sujeira, chulé e micoses. Na mesma loja, a cada compra você ganha uma lixa de unha. Simples, mas delicado, né?






0 comentários:

Postar um comentário