Como escolher o transporte escolar para seu filho

0
 

Com o retorno das aulas, chega a hora de pensar também no transporte das crianças.Cada Estado possui regras próprias para o transporte escolar,mas todos devem seguir o Código de Trânsito Brasileiro.
    A primeira providência, é verificar as credenciais do condutor.Segundo o Procon -SP, todos os condutores de transportes escolares devem ter habilitação específica, além de um curso de formação.Além disso, dê uma olhadinha nas condições do veículo. Nesse ponto, observe que os vidros não podem abrir mais do que 10 cm. Por fim, não esqueça de fazer  um contrato de prestação de serviço no papel. O valor e a forma de pagamento precisam estar detalhados, inclusive com multas em caso de descumprimento.Se tiver  mais de um filho que frequente a mesma escola, negocie um desconto. Descontos por feriados também podem ser estabelecidos.

REGRAS PARA 0 VEÍCULO
 
• Deve ter uma faixa amarela com a palavra "Escolar" escrita
• Os vidros devem ter abertura máxima de 10 cm
• Todos os ocupantes devem ter cinto de segurança
• É obrigatório o uso de tacógrafo (equipamento que registra as velocidades praticadas)
•A distância mínima entre os assentos deve ser de 23 cm
 • Deve possuir lanternas de luz branca na parte superior dianteira e de luz vermelha na parte superior traseira
• São obrigatórios os dispositivos de emergência para a remoção dos vidros

 Para não ter dor de cabeça

     Exija um contrato por escrito para a prestação do serviço;

     O contrato deve trazer o valor e a quantidade de parcelas para todo o ano;

   Não há impedimento legal para que o valor total seja dividido em 12 parcelas, o que implica pagar pelo transporte também no período de férias;

    Estipule com o motorista se, caso o aluno tenha que faltar durante um período,
 esse tempo poderá ser descontado do pagamento.

Dicas

Dê preferência a veículos com dois responsáveis - um motorista e um funcionário que acompanhe as crianças;

Busque recomendações e comprovação de idoneidade dos responsáveis pelo transporte dos seus filhos;
 
Observe se o transporte pode dispor de cadeirinhas para as crianças menores (o item nãoé obrigatório em transportes coletivos);
 
Veja se o veículo está em boas condições, como pneus novos e bom funcionamento da parte elétrica;
 
Verifique se o veículo está licenciado pelo Detran. O comprovante deve estar
afixado no para-brisa;

Observe como os funcionários lidam com as crianças ao embarcá-las e desembarcá-las. Veja se elas mantêm um bom relacionamento com eles;

Sempre peça os telefones de contato de todos os responsáveis pelo transporte. 


Fontes: Procon-SP, Código de Trânsito Brasileiro e Detran e Jornal Agora.





 

0 comentários:

Postar um comentário